Jornal Aldrava Cultural
ISSN 151-9665
S B P A - Thiago Guimarães
Artes Visuais
Cartas

Thiago Guimarães

Sociedade idealizada por Andreia Donadon Leal
Logo criada por Gabriel Bicalho

Thiago Guimarães poeta e escritor cursou letras pela Universidade Metodista de São Paulo junto com Cecília Fidelli criou o grupo Sou Poeta responsável pela primeira feira do livro em Itanhaém, membro da AMCL Academia Mundial de Cultura e Literatura, em 2018 publicou o livro Poeta Alternativo pela editora Versejar e Roseiral de amor ( Madrigais, poemas e sonetos ) pelo Clube de autores além do mini-book Estradas, paisagens em Poesia pelo Recanto das letras. Possui a página PoetAlternativo e os grupos Nos tempos do fanzine e Amigos em verso e eternidade em parceria com outros colegas de letras. Participou das seguintes antologias poéticas:
Conexões Atlânticas ll e III projeto reunindo autores brasileiros e portugueses lançada em Lisboa
Aquarela de emoções- Pela darda editora organizada pelo amigo e poeta Jonnata Henrique
Tributo aos Orixás também pela Darda editora além de organizar a pioneira antologia Tecendo Aldravias a primeira no gênero em parceria com Darda editora
Antologia Nossos Pais- Mini-book organizado pela PoetAlternativo books baseado no evento de mesmo nome organizado pelo grupo Nos tempos do fanzine.
Tem como objetivo divulgar a arte em todos os seus segmentos.




Aldravipeia de Thiago Guimarães (Vida) (Itanhaém - SP)

(I) nascimento
brotar
florescer
despertar
principiar
limia
(II) arte
diverte
estimula
ensina
Concatenada
vida
(III) minh'alma
vivificada
além
morte
eterno
aprendizado
(IV) existência
vínculo
umbilical
sentido
da
vida!
(V) Gênese
genes
germinando
gentis
genealógicas
gerações
(VI) fim
da
linha
vida
espalma(da)
mão
(VII) imortais
almas
vagam
nos
umbrais
além-vida
(VIII) princípio
trevas
fez-se
luz
começo
Adão
(IX) jaz
morreu
(re)nasceu
(re)viveu
flores
Carpe diem!
(X) ab initio
princípio
meio
vivência
em
fim
(XI) natalício
natalidade
vita
omnia
vincit
natal
(XII) próspera
sofrida
iludida
descabida
abençoada
vida
(XIII) bardo
imortal
viveu
encenou
morreu
poeta
(XIV) tristes
almas
levadas
além
infindáveis
mazelas
(XV) viver
apanhando
erguendo
renascendo
Fênix ?
vivências
(XVI) incólume
íncola
passou
incógnito
pela
vida
(XVII) aurora
alvorada
rompe
manhã
morte
Crepuscular
(XVIII) genoma
humano
tecnológica
vida
células
tronco
(XIX) aproveitar
vida
amigos
momentos
família
gozar
(XX) imensidão
água
riqueza
mineral
natureza
vida
Postada em 10 de janeiro de 2019

 

Aldravias de Thiago Guimarães (Itanhaém - SP)

carma
camaleão
cama
colchão
cor
chão
cobra
coral
preta
vermelha
cor
all
comeu
fruta
proibida
alimento
maçã
fome
foot
loose
feet
loser
gol
dance
você
hiper
bole
com
minha
imaginação
em
linha
horizonte
azul
púrpura
celeste
cores
ore
lute
irmão
sempre
ora
ação
triste
intolerância
ser
humano
julgar
ignorando
nas
ondas
mares
ouvem
presságio
rádio
marinheiros
perdem
vida
barcos
tombam
naufrágio
apressados
amantes
acasalam
em
constante
desejo
gestações
gerando
gerações
genéricos
generais
gerais
zarabatana
zumbindo
zerou
zabumba
zuniu
Zumbi
vagalumes
pirilampos
campo
lumiar
sertão
luar
pés
excitam
enroscando
elevando
a
imaginação
nada
pode
impedir
nosso
amor
prosperar
desgraça
as
oito
pornografia
as
nove
amor
entre
desejos
beijos
e
gracejos
morena
sambando
Mestre-sala
encantou
Porta-bandeira
Invejou
Legião Urbana
melhor
que
lixo
comercial
industrial

 

 

 

 

Página criada em 02 de dezembro de 2018
Editor: J. B. Donadon-Leal